Luisão garante vaga do BEC na Série A2 e demonstra preocupação com o Estádio Fortaleza

luisão bec

Foto – O gerente de futebol, Luis Eduardo Cortillazzi, que é gerente do BEC

 

“O que me preocupa é o Estádio, alguma coisa tem que ser feita”

 

A equipe do Barretos Esporte Clube ainda vive a indefinição de qual campeonato estará disputando em 2020, enquanto não tiver a confirmação oficial da Federação Paulista de Futebol, no Conselho Arbitral. Contudo, em entrevista na tarde de ontem, o gerente de futebol do Barretos Esporte Clube, Luis Eduardo Cortillazzi, “Luisão”, informou que em virtude do regulamento a vaga é do Barretos Esporte Clube, contudo o que pode atrapalhar é a questão do Estádio Fortaleza, que completa 80 anos neste sábado, dia 7 de setembro. “Por regulamento a vaga é nossa, o que pode atrapalhar essa vaga é o Estádio. O que não pode acontecer, como já ocorreu em anos anteriores, ficar a diretoria do BEC através do Milton e Airton, investir recurso próprio e ficar no mês de dezembro trabalhando até a última hora para liberar o estádio”, afirmou Luisão.

Segundo Luisão, todos os laudos vencem antes do início da competição e  o prazo já está curto, estamos há 1 mês do Conselho Arbitral, e a  qualquer momento a Federação Paulista de Futebol pode vir aqui e verificar as cobranças que já foram feitas visando melhorar o Fortaleza. “A população cobra time, eu cobro o Milton para começar antes a trabalhar e com boa  estrutura, enquanto eles tem correr para reformar o estádio e esse dinheiro não volta mais.  A Série A2 não é brincadeira, a mesmo tempo que está muito perto da Série A1, é um campeonato arriscado”, afirmou.

O dirigente afirmou que espera até o dia 27 de outubro para o Jogo dos Famosos, que o Estádio já tenha recebido algumas melhorias.