Diretoria do Barretos E.C. aguarda obras da prefeitura no Estádio Fortaleza

Miltão

Foto – Empresário Milton Aparecido da Silva, “Miltão”, durante entrevista

 

Na manhã desta quarta, dia 29 , o empresário Milton Aparecido da Silva, “Miltão”, concedeu entrevista coletiva a imprensa, para falar sobre o Barretos Esporte Clube, onde é presidente de honra. Segundo ele, a preocupação no momento, e que seja realizada a reforma do Estádio Fortaleza. “O diretores da Federação Paulista de Futebol estiveram em maio em Barretos, onde fizeram um relatório do que tem que ser feito no Estádio Fortaleza. No relatório que nós percorremos com eles, solicitaram reparos na arquibancada, vestiários, pintura, umidade no vestiário do Barretos e do visitante, nos informando sobre a interdição do Estádio Antônio Gomes Martins”, explicou Miltão.

Segundo o dirigente, através dessa documentação, foi realizado um protocolo na Prefeitura de Barretos, solicitando o apoio da administração municipal para as obras no Estádio. “Eu não posso arcar sozinho e quem tem realizar esses reparos é a Prefeitura Municipal. Em reunião com o prefeito, entregamos mais uma vez as exigências da FPF”, afirmou Miltão.

De  acordo com o dirigente, após ser protocolado na Prefeitura, tomei conhecimento no Secretaria de Obras que o relatório havia sido extraviado e nos solicitamos novamente a documentação, apresentando a Prefeitura. “Estamos esperançosos que as obras sejam realizadas. Hoje, o Barretos consegue participar do Conselho Arbitral devido a minha amizade junto a Federação”, destacou Miltão.

A respeito do projeto “Lugar de Criança é no Estádio”, o empresário Milton Aparecido da Silva, disse que aguarda um pagamento no valor de 60 mil que ainda não foi liberado, que existe promessa de acontecer ainda este ano.

Sobre a formação da equipe, o empresário Milton Aparecido da Silva, disse que é ter uns oito jogadores com idade até 21 anos, para que o clube seja vitrine e venda essas atletas após o campeonato.

O dirigente informou ainda que já vem sendo mantidos contatos com alguns treinadores e inclusive com o gerente de futebol, Luiz Eduardo Cortillazzi.