Diretoria se posiciona sobre a saída do atacante Barcos

DSC_9272

Foto – O atacante Barcos  durante lance de ataque do Barretos Esporte Clube

 

O presidente de honra do Barretos Esporte Clube, empresário Milton Aparecido da Silva, “Miltão”, afirmou na tarde de ontem, que a diretoria do Touro do Vale, não liberou o jogador para atuar na equipe do Cianorte F.C., do Estado do Paraná. Segundo o dirigente, na última semana, foi conversado com o atacante Gabriel Barcos, e ele negou que tivesse proposta, agradecendo o Barretos Esporte Clube por ter lhe dado projeção nessa temporada, fazendo com que tivesse algumas propostas de clubes pelo país.

Contudo, o atleta não se reapresentou na volta e anunciou ter acertado com a equipe do Cianorte F.C. do Paraná, que vai disputar o Campeonato Brasileiro da Série D e o Campeonato Paranaense. Diante desta situação, o dirigente do BEC, Milton Aparecido da Silva, “Miltão”, afirmou que o jogador não foi liberado para atuar pelo clube paranaense e que o seu contrato vence somente no dia 31 de maio. “Eu falei para o Luizão entrar em contato com o Cianorte, porque o atleta tem contrato a ser cumprido com o Barretos e tem amplas condições de jogo pelo Barretos. Para jogar por outra equipe, precisa de rescisão contratual. Houve uma sacanagem sim, e pedi para entrar em contato com esse clube, e considero que é uma falta de ética muito grande”, afirmou o dirigente do BEC.

Para o empresário Milton Aparecido da Silva, o momento agora é de focar no jogo decisivo diante da Portuguesa Santista. “Nós temos que motivar os jogadores e a comissão técnica. Não adianta ficar falando em Barcos, vamos nos preocupar com o jogo da próxima sexta. A cidade está motivada e vamos lutar por este acesso em Santos”, ressaltou Miltão.

O Jogador

O centroavante Gabriel Barcos, afirmou que recebeu quatro propostas no clube, sendo que esta última foi irrecusável e tendo um contrato de 1 ano com a equipe do Cianorte.