Arbitragem desastrosa no Fortaleza será questionada pela diretoria do BEC

DSC_5715

O diretor de futebol do Barretos Esporte Clube, Milton Aparecido da Silva, “Miltão”, esteve no final da partida no vestiário do árbitro Thiago Luiz Scarascati, acompanhado do fiscal da Federação Paulista de Futebol, Manoel, e informou ao quarto árbitro que enviará uma cópia das imagens da partida entre Barretos e Taubaté ao Departamento de Arbitragem da Federação Paulista de Futebol. “Olha eu não tenho esse costume de ir no vestiário da arbitragem, mas diante da péssima atuação do árbitro Thiago Luiz, decidi informa-lo sobre as medidas que o clube irá tomar. Não queremos nenhuma arbitragem que atue ao nosso favor, apenas que apite o que aconteça na partida”, afirmou o diretor Milton.

Na partida, o árbitro expulsou o treinador do Barretos, Vitor Hugo, o lateral esquerdo Douglas, inverteu várias faltas, não puniu com expulsão a agressão sofrida pelo atacante Chuck cometida pela lateral Israel que lhe desferiu um tapa, além de não ter marcado um segundo pênalti em favor do Barretos no segundo tempo da partida. “Apesar de termos conseguido a vitória, a atuação do árbitro poderia ter interferido no resultado”, afirmou Miltão.

O dirigente lembrou também que ao longo dos 90 minutos, a Comissão Técnica do Barretos não teve tranquilidade para trabalhar devido ao atuação do quarto árbitro que ficou o tempo todo de olho no banco de reservas do clube.

 

Foto – Árbitro Thiago Luiz, aplicando cartão amarelo no jogador do Taubaté após agredir atacante do BEC